Rede Solidária Curitiba doa R$ 40 mil a instituições beneficentes

By | quinta-feira, outubro 21, 2010 Leave a Comment

Iniciativa das imobiliárias curitibanas Cilar, Galvão Locações, Galvão Vendas, Habitec, Razão e Thá, a Rede Solidária Curitiba acaba de se constituir em ONG (Organização Não Governamental). Coroando o novo momento, o programa – considerado agora associação – fará, na quinta-feira, dia 21 de outubro, a entrega de R$ 40 mil a quatro instituições beneficentes da capital: Afece (Associação Franciscana de Educação ao Cidadão Especial), Fepe (Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional), Hospital Pequeno Príncipe e Socorro aos Necessitados. O montante, a ser entregue simbolicamente na sede da Fepe, às 9h, foi arrecadado por meio da venda de artigos doados pela população em bazar organizado pelo projeto e refere-se ao 1º semestre de 2010.
Constituir-se como ONG é considerado por Fátima Galvão, atual coordenadora da iniciativa, um grande passo para a Rede Solidária Curitiba. Entretanto, segundo ela, serão necessários alguns ajustes para seu pleno funcionamento: “Agora nos defrontamos com novas aprendizagens para aprimorar nossas atividades, pois estaremos desenvolvendo nosso trabalho através de projetos específicos. As próximas doações deverão ser baseadas nisso”, explica. No dia 21, aproveitando a presença de representantes das entidades beneficiadas, esta discussão será conduzida com os integrantes do programa.

Mesmo com essas indefinições, Fátima garante que algumas mudanças estão por vir. Uma das ideias apontadas por ela é a abertura do bazar em mais um sábado do mês – atualmente, a venda de produtos funciona toda quarta-feira e no segundo sábado do mês. Além disso, ações de marketing diferenciadas deverão ser realizadas pelas imobiliárias solidárias envolvidas no projeto. “Nosso intuito é melhorar a angariação e a comercialização de itens, a fim de que possamos apoiar de forma mais efetiva os projetos apresentados pelas instituições”.
De acordo com a coordenadora da Rede Solidária Curitiba, pretende-se, como ONG, dinamizar a associação e, em médio prazo, conseguir apoiar um número maior de instituições beneficentes.

Bazares e doações
Por meio do telefone (41) 3079-1790, a Associação Rede Solidária Curitiba recebe a ligação de quem tem algo a doar e faz a coleta, realizada de forma gratuita. Os artigos são encaminhados para um barracão (Rua Raul Joaquim Quadros Gomes, 493, entre os bairros Alto da XV e Tarumã) e vendidos em bazares realizados às quartas-feiras, das 9h às 17h, e no segundo sábado de cada mês, das 9h às 13h.
A partir do mês de outubro, a tendência é de que o movimento – tanto de doações quanto de vendas no bazar – aumente em 40%. A expectativa é de Lilian Polatti, coordenadora do galpão em que é realizada a comercialização de produtos. “Acredito que, com a proximidade do fim de ano, as pessoas comecem a pensar em trocar eletrodomésticos e móveis”, esclarece.

Entre as ofertas que podem ser encontradas no local, estão: máquina de lavar Brastemp em funcionamento por R$ 80; peças de roupa a R$ 1 cada, sendo as da boutique comercializadas por no máximo R$ 10; televisões – que carecem de conserto – por R$ 30; e até conjuntos de móveis de madeira maciça, vendidos a R$ 300 a unidade.

Serviço:
Rede Solidária Curitiba
Para quem quer doar
Telefone: (41) 3079-1790
Para quem quer participar do bazar
Local: Rua Raul Joaquim Quadros Gomes, 493, entre os bairros Alto da XV e Tarumã
Dias e horários: Toda quarta-feira, das 9h às 17h, e no segundo sábado de cada mês, das 9h às 13h
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial