Blog: O “novo consumidor” - mais conectado, crítico e apaixonado

By | segunda-feira, junho 06, 2011 Leave a Comment



Com o avanço proveniente da tecnologia da informação e comunicação, as pessoas passarem a ter mais acesso às características dos produtos e a poderem acompanhar suas marcas de preferência.

A revolução da internet tem papel fundamental neste sentido, pois, boa parte dos municípios brasileiros possuem condições mínimas de conexão à “web”, particularmente em função da adoção de dispositivos móveis, tais como: Iphone, Blackberry, IPAD, netbook e outros. 

As empresas do setor imobiliário, atentas a tudo isto e otimistas, em face de: elevação dos investimentos públicos em habitação e infraestrutura, melhoria da renda da população, estabilidade econômica e legislação mais amigável no setor; tem investido gradativamente para inserirem-se nos meios digitais. Iniciaram pela adoção de portais de imóveis, onde as imobiliárias centralizam e organizam suas carteiras, facilitando o acesso dos usuários aos dados e condições de negócio, dando maior agilidade ao processo de tomada de decisão de compradores e locatários. 

Entretanto, o mercado vive uma nova fase onde somente ter um portal é pouco. Há uma mudança no perfil de consumo, onde os clientes querem interagir, experimentar, criticar... e as mídias sociais tem cumprido um papel importante, fazendo com que este consumidor crie perfis no Youtube, Facebook, Twitter, Orkut e outros. As empresas mais atentas à esta questão já criaram seus perfis e prolongaram seus relacionamentos com os consumidores para estes canais. 

Compreender o modo de pensamento deste consumidor, muito mais crítico e apaixonado por marcas, tem sido o grande desafio das empresas do setor imobiliário. É necessário aproveitar esta oportunidade e trazê-lo para próximo da empresa, fazendo com que ele contribua e ajude no desenvolvimento de novos produtos e serviços. 

Mas, isso exige das empresas maior transparência, ética, foco no diálogo e busca de resolução de problemas, além de antecipar necessidades. Para estar nas mídias sociais é preciso planejamento e constância de propósito. Criar um perfil é deixá-lo desatualizado talvez seja pior que não ter um. Assim, se sua empresa pretende entrar no mundo digital, procure auxílio de empresas especializadas, que o ajudarão a evitar erros e ter uma postura mais adequada nestas mídias. 





Conecte-se à esta ideia. O consumidor está lhe esperando!


Artigo elaborado com exclusividade para a Revista de Londrina do SECOVI-PR
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial