Docol disponibiliza CAD 3D para SketchUp, AutoCAD e Revit

By | quinta-feira, fevereiro 21, 2013 Leave a Comment
A empresa catarinense é pioneira no segmento de metais sanitários a disponibilizar seu mix de produtos para o sistema de modelagem de informações


A Docol colocará parte do seu mix de produtos à disposição na biblioteca  DocolCad, em formato 3D, para uso nos sistemas SketchUp, AutoCAD e Revit. Ainda no primeiro semestre, 100% dos produtos estarão disponíveis nestes formatos. O Revit utiliza o conceito BIM (Building Information Modeling), usado nos principais projetos de engenharia do mundo.


“Desde 2010, a Docol oferece o download do aplicativo DocolCad no site da empresa, que permite inserir desenhos de metais sanitários 2D em projetos digitais. Agora estamos dando mais um passo para facilitar o trabalho dos especificadores com a nova biblioteca para uso nos sistemas SketchUp, AutoCAD e Revit”, aponta o gerente de Marketing Corporativo da Docol, Artur Ribas, que acrescenta: “a entrega completa deste novo sistema conta com a disponibilização de treinamento intensivo, que será realizado através da ofcdesk para todos os especificadores que contarem com a Docol em seus trabalhos, o que, sem dúvida, agregará ainda mais valor a este projeto”.

“O BIM causou uma revolução na forma de projetar. O sistema permite que a arquitetura seja integrada à engenharia. O desenho em 3D ajuda o arquiteto a trabalhar como um artista, focando não apenas no design, mas também no processo de execução, juntando todas as partes do projeto, eliminando desperdícios de material e diminuindo retrabalho”, destaca Silvia Lavagnoli, gerente de Marketing da ofcdesk, que fornece os blocos e famílias para os softwares.

Saiba mais
BIM é um processo de desenvolvimento de projetos de arquitetura e engenharia que substitui a representação tradicional, que era feita por meio do desenho geométrico, pelo conceito de simulação virtual da construção, através da tecnologia digital. Desta forma, os aplicativos BIM utilizam componentes digitais, como paredes, portas, vigas e pilares no lugar de linhas, pontos e outras formas geométricas, de tal maneira que estes componentes possam ser entendidos pelos sistemas, permitindo que sejam extraídas dos modelos digitais as mais variadas informações, inclusive tabelas quantitativas e, do mesmo modo, que sejam realizados testes de desempenho, que auxiliam as tomadas de decisão ao longo do desenvolvimento dos projetos.


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário

Comente com sua conta do Facebook