É TEMPO DE MANGA

By | quarta-feira, novembro 20, 2013 Leave a Comment

Seja comprada na feira, supermercado ou colhida no pé, a manga está presente no cardápio dos goianos nesta época do Ano

O fim do ano vai se aproximando e com ele uma das árvores mais apreciadas pelos goianos, a mangueira, se enche de frutos. Vinda da Índia, a árvore se adaptou perfeitamente ao clima tropical e é tão tradicional em Goiás como árvores originárias do cerrado. De sabor adocicado, a fruta é uma ótima fonte de vitaminas A, C e do complexo B, cálcio, fósforo e fibras. Naturalmente, o período de frutificação das árvores é de novembro a janeiro.


No entanto, a manga tirada do pé, de presença tão forte no imaginário das pessoas, está cada vez mais rara. O plantio em lugares inadequados, a própria “cimentização” da cidade tem feito com que as mangueiras estejam cada vez mais escassas cidade afora. Por isso, quem tem a oportunidade de estar ao lado dessas árvores pode se considerar um grande privilegiado. É o caso dos profissionais que trabalham ao lado de uma reserva de árvores cinquentenárias.



Eles são funcionários da Loft Construtora e estão construindo um condomínio que tem como destaque a preservação das mangueiras existentes no terreno. Com isso, as sombras das imensas árvores têm sido um verdadeiro refúgio para o grupo fazer refeições, descansar após o almoço e fazer um lanche. 



A auxiliar de serviços gerais Iaci Araújo é uma das colaboradoras que mais aproveita esse tempo de mangas. “Chupo uma manga de manhã, duas depois do almoço e assim vai…”, brincou. Segundo Iaci, a fartura é tanta que sempre leva para casa e até presenteia seus vizinhos. “A manga aqui é uma delícia, docinha igual mel. E é saudável porque é natural, não tem agrotóxico”, descreveu.

E quem passa por lá também está aproveitando as mangas, conta o coordenador de vendas, Bráulio de Paula. “Corretores e clientes que visitam o estande de vendas também aproveitam o local arborizado e as mangas”, comentou. É comum ver os visitantes da obra saírem do local com uma sacola de mangas, preparada especialmente pelos próprios colaboradores da construtora.

Quando o residencial ficar pronto, as árvores farão parte da área de lazer, que foi concebida para trazer de volta o tradicional quintal das casas para os moradores dos apartamentos. O engenheiro responsável pela obra, Henrique Teixeira, explica que a escolha de manter as árvores no empreendimento, ao invés de desmatá-las, foi feita para propiciar aos futuros moradores o contato com o verde, e também porque a preservação ambiental está entre as principais preocupações da empresa. “Também resolvemos fazer a parte de convivência do canteiro próximo às árvores para dar aos funcionários essa sensação de bem estar, proporcionada justamente pelo maior conforto térmico”, acrescentou.

Sobre a Loft Construtora

A construção de empreendimentos sustentáveis é o diferencial competitivo da Loft Construtora, que completa 16 anos neste ano de atuação em Goiás. Os produtos imobiliários da marca tem atributos que conciliam conforto, comodidade, economia com preservação dos recursos ambientais. Saiba mais em www.loftconstrutora.com.br .

Fonte:
Lívia Máximo
Jornalista da Comunicação Sem Fronteiras
Contatos diretos:
9236-3820 (Oi)
8183-5807 (Tim)
livia@comunicacaosemfronteiras.com


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial