Para Você, 2014 já Começou?

By | sábado, novembro 16, 2013 5 comments

Estamos no finalzinho de 2013. Um ano que trouxe um repensar das ações no mercado imobiliário. De um lado, clientes mais exigentes e com processos de compras mais demorados e qualificados. Por outro, percebemos um grande aumento do grau de profissionalismo do setor e preparação das enmpresas.



Sabemos que em 2014 teremos menos dias "úteis" para a realização das metas. Além do Carnaval, haverá a Copa e as eleições. Neste sentido, você já conseguiu definir as metas e estratégias para 2014? Caso ainda não, deixarei aqui algumas dicas que poderão auxiliá-lo a ter um ano melhor, digno de seus projetos de vida.

E no dia 6 de janeiro, coloque tudo em prática.Não deixe para depois...

Seguem:

1 – Leitura do Mercado / cenário / conhecimento
Destine um tempinho para estruturar as informações sobre o segmento específico em que sua empresa atua, buscando deixar claros os desafios e oportunidades, mas também números do segmento (demanda na região, perfil sócio-econômico, preço do imóvel a ser praticado e, assim por diante). Mesmo para imóveis de alto padrão é bom definir se você quer aumentar o market share, bairros novos em que pode atuar e se ainda há terrenos disponíveis (caso queira incorporar), bem como mapear seus principais concorrentes e tipos de produtos.

2 – Seu Sonho é o Mais Importante
Mesmo nas dificuldades, não perca de vista os seus objetivos, o seu sonho. Ele é que fará persitir no caminho e traçar eventuais ajustes para o seu merecido sucesso! Coloque o seu sonho como prioridade!

3 – Dê uma olhadinha no retrovisor
Por que as coisas deram certo este ano? Foram as novas parcerias, estratégias de marketing arrojadas, produtos imobiliários mais adequados, aquela certificação de qualidade... Enfim, tenha clareza sobre os porquês deste sucesso. E repita-os em 2014, pensando em inovar ainda mais. Se der para conversar com alguns clientes-chave, faça isto! Eles darão boas referências sobre seu negócio e como melhorá-lo.

Caso este ano eventualmente não tenha sido bom, da mesma forma relacione os fatores que podem não ter direcionado sua empresa para o sucesso. Erros fazem parte do processo de negócio. Cabe agora saber bem utilizar este aprendizado para concretização de seus objetivos.

4 - Planeje seu negócio
Coloque no papel, mesmo que em uma ou duas páginas, seu realinhamento do “business plan” ou caso ainda não tenha um, escreva sua missão e visão, defina claramente suas metas de realização, como por exemplo quanto você quer ganhar por mês (faturamento), indicadores de check-point semestrais, margem de lucro que você pretende atingir, rentabilidade, quantos clientes você quer atender, etc.

Entenda os fatores que levam seus clientes a procurá-lo. Será que é o preço, a credibilidade, o atendimento, a agilidade, a personalização? Você precisa descobrir que fatores são estes! Ajudará em campanhas, no posicionamento da empresa e no relacionamento com os clientes.

Interessante que seja definida uma data mensal para acompanhar as suas metas. As grandes empresas fazem isto diariamente, quando não “on line”. Acompanhe e se possível coloque um cartaz para que seus colaboradores também possam estar atentos aos números.

Premie você e seu time a cada “gol” feito. Ajudará a manter o pique o ano todo. Pode ser algo simples como um jantar, um brinde como um champagne ou um vinho, para citar dois exemplos. Celebrar é tão bom.

5- Rédia curta
Mesmo que a administração financeira não seja o seu forte, este aspecto não pode ser descuidado. Controle entradas e saída (fluxo de caixa). Um bom saldo na conta pode ajudá-lo a fazer bons negócios. Sabe aquela oportunidade que aparece e você não tem o dinheiro? Aquele terreno que com mais R$50 mil ou R$100 mil daria para fazer o negócio do ano? Pois é, temos que estar preparados para estas chances no nosso dia-a-dia.

Caso seu perfil não seja o de um "controller", identifique alguém em seu time para fazer este trabalho. Mas, fique de olho!

6 – Contas pessoais x contas da empresa
Este é um desafio enorme para os pequenos empresários e autônomos. Faça um esforço para não misturar contas pessoais e da empresa. No começo ainda é tranquilo, mas tem tudo para “dar errado”. Defina um pró-labore e os restante é da empresa. Invista na empresa!

7- Fuja dos cliente “ruins”
Se você já tem um portofólio de clientes, não faça questão de fazer negócios com clientes que querem pagar a longo prazo e não valorizam sua empresa. Demande tempo e esforço para quem lhe paga em dia e reconhece o VALOR do seu negócio. Atender clientes ruins é perder dinheiro.

8 – Negocie, sempre
Negociar não é crime. Mesmo quem já está rico, negocia descontos com os fornecedores, prazo de pagamento, etc. Lembre-se que seus fornecedores são seus parceiros!

9- Participe em associações, sindicatos e eventos
Não dá para ficar “ilhado” no escritório ou em casa. Participe de reuniões com outros empresários nas associações e sindicatos, em feiras, cursos e seminários. São ótimos espaços para você fazer negócios. Por favor, leve cartão de visitas!

10 – Seu time é tudo
Comprometa, valorize e motive o seu time. Você não consegue trabalhar sozinho e precisa deles para alcançar o sucesso em 2014. 

Desejo que 2014 seja ainda melhor!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial