Imóveis novos tiveram variação mensal de 1,9% em Curitiba, em novembro

By | terça-feira, janeiro 14, 2014 Leave a Comment
Curitiba - Foto : Daniel Castellano - Gazeta do Povo
Os imóveis novos em Curitiba tiveram variação mensal de 1,9% em novembro de 2013, de acordo com a última pesquisa de preços realizada pela Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi/PR). Desse modo, o preço médio do metro quadrado privativo dos lançamentos na capital paranaense chegou a R$ 5.651,07. O presidente da entidade, Gustavo Selig, acredita que, considerando janeiro a dezembro de 2013, a valorização dos apartamentos novos em Curitiba deve corresponder ao dobro da inflação no período, índice este que deve fechar entre 5,5% e 6%, segundo projeções do Banco Central.

“Os imóveis novos vão continuar a valorizar na capital paranaense seguindo esse patamar de regularidade, acima da inflação. O principal motivo para a alta é o aumento do preço dos insumos como materiais, mão de obra e equipamentos”, prevê Selig. O Custo Unitário da Construção (CUB), no Estado, teve reajuste de 6,56% em 2013, segundo dados do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Paraná (Sinduscon-PR).

Confirmando a tendência do período anterior, a maior variação entre os meses de outubro e novembro de 2013 se deu para os apartamentos novos de um dormitório, studios e lofts, que acumularam alta de 2,7%, com preço médio do metro quadrado privativo de R$ 6.065,00. Os imóveis de quatro e três dormitórios tiveram praticamente o mesmo índice de reajuste, de 2% e 1,9%, com R$ 7.570,00 e R$ 5.619,00 de preço médio do metro quadrado, respectivamente. O preço médio do metro quadrado privativo dos apartamentos de dois dormitórios teve reajuste de 1,3%, chegando a R$ 5.231,00.

“Os dados revelam a estratégia usada pelas construtoras e incorporadoras no ano passado, com o direcionamento de seus lançamentos para os segmentos de alto padrão e luxo, desde os imóveis compactos até os com maior espaço interno. Além disso, o setor se volta para os empreendimentos com a tradicional configuração de três dormitórios que se sobrepõem aos edifícios com dois dormitórios. Esta tipologia, em época recente, chegou a concentrar mais da metade do total de apartamentos novos em Curitiba para a venda”, avalia Selig. 

Em 12 meses, considerando como referência o mês de novembro, o preço médio do metro quadrado privativo para os apartamentos residenciais novos teve alta de 11,7% em Curitiba, sendo os maiores aumentos para os imóveis de um e três dormitórios, com reajustes de 13% e 12,7%, respectivamente. De dezembro de 2012 a novembro de 2013, os imóveis novos na capital paranaense tiveram reajuste de 9%, com destaque para os apartamentos de um e quatro dormitórios que tiveram os maiores reajustes, de 11,8% e 10,2% respectivamente.

Considerando os imóveis novos disponíveis para a venda em novembro, o Campina do Siqueira desbancou o Batel com o maior preço médio do metro quadrado privativo para apartamentos de um dormitório (R$ 8.404,00). Já para os imóveis novos de dois e três dormitórios, o Batel permanece na liderança, com preço médio do metro quadrado privativo de R$ 8.511,00 e R$ 9.442,00, respectivamente. O Cabral mantem-se com o maior valor privativo entre os apartamentos de quatro dormitórios (R$ 9.705,00).

O levantamento da Ademi/PR, de janeiro a novembro, contou com uma amostra de 317 empreendimentos e 10.515 apartamentos residenciais novos (na planta, em construção ou concluídos), vendidos por construtoras, incorporadoras e imobiliárias em Curitiba.

Fonte: contato@memilia.com
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário

Comente com sua conta do Facebook