Maior número de ofertas faz com que locatários levem mais tempo para escolher imóveis residenciais

By | sábado, julho 19, 2014 Leave a Comment
O mercado imobiliário de Curitiba apresentou um crescimento expressivo nos últimos cinco anos. A estimativa é de que 74,3 mil novas unidades residenciais foram construídos nesse período. Com isso, a quantidade de oferta para locação cresceu de 3,8 mil/mês em 2009, para 8,1 mil/mês em 2014, de acordo com a última pesquisa mensal do Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar), do Secovi-PR. “Em média, são 100 unidades a mais por mês, nos últimos dois anos”, explica o presidente Inpespar e vice-presidente de Economia e Estatística do Secovi-PR, Maurício Moritz.

“O tempo para uma locação cresceu, mas o volume de locados aumentou, ou seja, o mercado está absorvendo a oferta”, afirma o especialista. A pesquisa demonstra que em junho, entre a data de oferta até a concretização da locação estão sendo necessários, em média, 18 dias a mais do que no ano anterior.

De acordo com Moritz, com relação aos preços, eles também continuaram evoluindo de forma lenta, mas contínua. “Os alugueis residenciais aumentaram 6,21% nos últimos dois anos e meio”, comenta.

Desocupação 
Da mesma forma, nos últimos 5 anos foi registrado um grande número de pessoas que adquiriram imóvel próprio e, por esse motivo, deixaram o aluguel. Apenas em junho passado, das pessoas que deixaram de ser locatários, 22,6% compraram a casa própria e outros 18,6% mudaram-se de cidade. Desse grupo, quase 27% ainda permaneceram no Paraná, 21,3% migraram para Santa Catarina e outros 17,9% seguiram para o Estado de São Paulo.

Sobre o Secovi-PR:
Criado há 30 anos para defender os interesses e representar o mercado imobiliário e condominial, representa todas as empresas de compra, venda, locação, administração, incorporação e loteamentos de imóveis e dos condomínios, além dos shoppings centers em todo o Paraná, que totalizam mais de 20 mil condomínios e empresas em todo o Estado. Além de coordenar, esclarecer, orientar e qualificar as pessoas que gerenciam e trabalham em condomínios, os empresários e profissionais do mercado imobiliário, presta uma série de serviços para o segmento, trabalhando em conjunto com seus agentes de serviços, como, por exemplo, a Universidade Livre do Mercado Imobiliário e Condominial (Unihab), o Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar), a Câmara de Mediação e Arbitragem (CMA), além de diversos serviços como assessoria jurídica, serviços de saúde através do Serviço Social da Habitação (SecoviMed), entre outros. 

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial