Maior número de ofertas faz com que locatários levem mais tempo para escolher imóveis residenciais

By | sábado, julho 19, 2014 Leave a Comment
O mercado imobiliário de Curitiba apresentou um crescimento expressivo nos últimos cinco anos. A estimativa é de que 74,3 mil novas unidades residenciais foram construídos nesse período. Com isso, a quantidade de oferta para locação cresceu de 3,8 mil/mês em 2009, para 8,1 mil/mês em 2014, de acordo com a última pesquisa mensal do Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar), do Secovi-PR. “Em média, são 100 unidades a mais por mês, nos últimos dois anos”, explica o presidente Inpespar e vice-presidente de Economia e Estatística do Secovi-PR, Maurício Moritz.

“O tempo para uma locação cresceu, mas o volume de locados aumentou, ou seja, o mercado está absorvendo a oferta”, afirma o especialista. A pesquisa demonstra que em junho, entre a data de oferta até a concretização da locação estão sendo necessários, em média, 18 dias a mais do que no ano anterior.

De acordo com Moritz, com relação aos preços, eles também continuaram evoluindo de forma lenta, mas contínua. “Os alugueis residenciais aumentaram 6,21% nos últimos dois anos e meio”, comenta.

Desocupação 
Da mesma forma, nos últimos 5 anos foi registrado um grande número de pessoas que adquiriram imóvel próprio e, por esse motivo, deixaram o aluguel. Apenas em junho passado, das pessoas que deixaram de ser locatários, 22,6% compraram a casa própria e outros 18,6% mudaram-se de cidade. Desse grupo, quase 27% ainda permaneceram no Paraná, 21,3% migraram para Santa Catarina e outros 17,9% seguiram para o Estado de São Paulo.

Sobre o Secovi-PR:
Criado há 30 anos para defender os interesses e representar o mercado imobiliário e condominial, representa todas as empresas de compra, venda, locação, administração, incorporação e loteamentos de imóveis e dos condomínios, além dos shoppings centers em todo o Paraná, que totalizam mais de 20 mil condomínios e empresas em todo o Estado. Além de coordenar, esclarecer, orientar e qualificar as pessoas que gerenciam e trabalham em condomínios, os empresários e profissionais do mercado imobiliário, presta uma série de serviços para o segmento, trabalhando em conjunto com seus agentes de serviços, como, por exemplo, a Universidade Livre do Mercado Imobiliário e Condominial (Unihab), o Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar), a Câmara de Mediação e Arbitragem (CMA), além de diversos serviços como assessoria jurídica, serviços de saúde através do Serviço Social da Habitação (SecoviMed), entre outros. 

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário

Comente com sua conta do Facebook