11ª Intercon recebeu 11.600 visitantes e estima gerar R$ 154 milhões em negócios

By | quinta-feira, outubro 29, 2015 Leave a Comment
A cidade de Joinville, SC, sediou a 11ª edição da Feira e Congresso da Construção Civil (Intercon). Durante os quatro dias (21 a 24) as 80 marcas expositoras foram conferidas por 11.600 visitantes vindos de 16 estados brasileiros (tendo Santa Catarina e Paraná ocupando a primeira e a segunda posição, respectivamente) e cinco países. A estimativa é que a feira gere R$ 154 milhões em negócios nos 12 meses (provenientes tanto da Intercon quanto da rodada de negócios). 

Alguns expositores começaram a ter resultados durante o evento. A Real Forte, empresa de equipamentos para construção civil, teve R$ 1 milhão de negócios gerados na feira e nas próximas semanas estima ultrapassar os R$ 3 milhões em vendas provenientes dos contatos obtidos na Intercon.

“Vendemos 10 vezes mais que na última edição que participamos (2009). A feira foi menor em termos de espaço, mas muito maior em relação aos ganhos. Tivemos um público grande de engenheiros e construtoras”, comemora Antonio Vitorino, do departamento comercial. Ele adianta que fechará mais negócios nas próximas semanas.

Na mesma linha, a DS Door, portões residenciais, vendeu 15 portões e a expectativa pós-feira é realizar a venda de mais 100 no prazo de um ano. “A feira foi um sucesso para a DS Door. Saímos satisfeitos, com a sensação de missão cumprida e de ter apresentado ao público uma tecnologia pouco conhecida no Brasil, mas que tem um índice de aceitação muito grande”, afirma Ricardo Areco, gerente comercial.

O bom resultado se dá pelo perfil do público: 33% com perfil de decisão. Sobre a área de atuação dos visitantes, 30% eram revendedores de material de construção e compradores, 28% engenheiros, arquitetos, construtores e incorporadores, e 16% consumidores finais. 

“Estivemos presentes em outras edições da Intercon e percebemos que este ano o público melhorou muito, está mais segmentado. A qualidade de visitação supera outras feiras que participamos em 2015”, fala o gestor de negócios da Atex, Daniel Queiroz. 

Em relação aos objetivos dos visitantes, 59% visitou a feira para conhecer novos produtos e 18% para procurar novos fornecedores. “A Intercon está extremamente interessante. Estabelecemos diversos contatos”, comenta Paulo Antonio de Colo, sócio-gerente.

“Posso afirmar que a Intercon foi muito boa para a Tecnofibras. Tivemos o dobro de visitantes da edição passada e sentimos que estavam mais interessados, nos fazendo mais perguntas. Temos visitas para fazer nas próximas semanas, oriundas dos contatos iniciados na feira”, conta Aldo H. de Souza, gerente comercial. 

A Intercon 2015 teve o apoio da Acomac Joinville, Sinduscon Joinville, Ademilar Consórcio de Investimento Imobiliário e UniSociesc.

Evento paralelo: Congresso de Inovação Tecnológica reuniu 350 participantes 
As cinco palestras e os cinco minicursos da programação do Congresso de Inovação Tecnológica (Cintec), realizado pela UniSociesc, contou com 350 participantes. Entre as palestras, destaque para a de abertura, dia 21, ministrada por Clóvis Steffen de Albuquerque Filho, da Construtora San Remo (Curitiba), com o título “Construção Civil: conceito x mercado”. As palestras técnicas foram realizadas no dia seguinte e discutiram: “Implicações da norma de desempenho na construção civil”, "Gestão da qualidade na construção civil”, “BIM para projeto e obra” e “Eficiência energética, construção sustentável e certificação LEED”. 

Os minicursos ocorreram na UniSociesc – campus Marquês de Olinda –entre os dias 20 e 23, sendo realizados por professores e profissionais do setor. 

Evento paralelo: 1ª Rodada de Negócios da Construção Civil surpreendeu participantes
A 1ª Rodada de Negócios da Construção Civil contou com a participação de 44 construtoras e 57 empresas fornecedoras.

“Fantástica” foi a palavra utilizada por Sônia Chaves, da Hatus Construtora e Incorporadora, para resumir sua experiência na rodada. “Nunca me senti tão solicitada”, brinca Sônia, que ficou surpresa com os contatos realizados.

As reuniões entre construtoras e fornecedoras foram previamente agendadas, o que garantiu a organização e o sucesso do evento. 

“Gostamos muito da dinâmica. Possibilitou-nos contato com vários fornecedores de uma forma rápida e produtiva. O mais importante é que as conversas são direcionadas e assim não perdemos tempo”, opina Betina Borchardt Galli, da Construtora Correia, que aprovou o evento.

“Todos os fornecedores estão bem dentro da linha do nosso negócio e já fizemos diversos contatos”, fala Helinton Schluckebier, da Trapp Ferreira Construtora.

Os encontros, individuais, tiveram duração de 10 minutos cada. O tempo foi suficiente para a Versátil Andaimes, por exemplo, fechar contrato de locação de Andaimes com a Torresani Empreendimentos Imobiliários, uma das âncoras. “É uma porta aberta para outros negócios”, comenta Adiel Leal Carriel, gerente comercial.

Aldo H. de Souza, gestor comercial da Tecnofibras visitará empresas na próxima semana. “Foi uma experiência muito positiva, pois contatos que levaríamos meses para iniciar aconteceram rapidamente e numa quantidade muito maior. Todos estão receptivos para ouvir e isso contribui para o sucesso da experiência. Em seguida, eles visitaram nosso estande na Intercon e puderam observar tudo aquilo que explicamos. Isso foi muito bom.”

Não apenas a qualidade dos produtos trazidos pelas empresas fornecedoras foi elogiada, como também o nível dos próprios participantes. “Fiz questão de vir participar. As fornecedoras enviaram representantes técnicos que realmente conhecem o produto. Fantástico”, parabeniza Erlon Gomes Minella, diretor da Ritzmann Minella Construtora.

Gustavo de Borba, do Grupo Estrutura, também destaca a gama de novas empresas contatadas. “Aqui pegamos os cartões para posteriormente marcarmos reuniões. Conversamos com muitos fornecedores novos. Todos atendem o que precisamos”, comenta.

A ocasião é também uma oportunidade para empresas de outros estados se mostrarem presentes no mercado da região, como é o caso da gaúcha Felesa (Automação em Churrasqueiras), de Bento Gonçalves. “O que mais procuramos é divulgar o produto e aqui falamos diretamente com quem interessa. Com a rodada estamos ficando conhecidos aqui”, comenta.

Vindo de Marília, São Paulo, Leandro Rodrigo Andrade de Campos, assessor de negócios da Sasazaki (portas e janelas), uma das fornecedoras, retornará para Joinville na próxima semana para continuar as negociações. “O network aqui é excelente. Surpreendeu muito porque já tenho reuniões agendadas em Joinville na próxima semana”, comemora. “O importante agora não é o fechamento, mas sim o contato. Estou aqui para mostrar que o produto existe”, enfatiza. 

“A rodada está bem atrativa. Conversei com compradores que já mostraram interesse e já temos grandes possibilidades de fechar negócios. Apesar de o mercado estar totalmente desaquecido, aparentemente está muito aberto. Todo mundo está construindo”, fala Suelen Gomes dos Santos, da Barauna.

Além de contatos realizados e negócios iniciados, a rodada foi uma oportunidade para empresas aprimorarem projetos e repensarem seus negócios. É o caso da Pastilhart: “Não tenho o hábito de falar diretamente com os engenheiros. Meu contato é com os arquitetos, mas aqui, com as construtoras, consegui atingir um outro tipo público que se mostrou muito interessado e tem muito a agregar. Fiquei surpresa e isso inclusive vai me ajudar a dar outra visão para meu negócio. Só posso dizer que foi muito válido”, conta Isabella Puerta Baumann.

Clayton Freitas, da Ibrap (alumínio e plástico), de Urussanga, SC, teve uma experiência similar: “Os contatos foram muito bons. Estamos com um novo projeto na empresa e além de novos clientes, as construtoras nos ajudaram a aprimorar esse projeto. Experiência muita proveitosa”.

A 1ª Rodada de Negócios da Construção Civil foi uma realização do Sinduscon Joinville e organização da Messe Brasil, também organizadora da Intercon, juntamente com a Bolsa de Negócios e Subcontratação de Santa Catarina – BNS/SC.

Principais números de 2015
Número de expositores: 80 marcas expositoras
Número de visitantes – 11.600
Estimativa de negócios Intercon + Rodada de Negócios – R$ 154 milhões (durante e nos próximos doze meses)

Estrangeiros expositores
Taiwan

Estados brasileiros expositores
Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro.

Países visitantes
Brasil, Austrália, Chile, Estados Unidos e Uruguai.

Estados brasileiros visitantes
Amapá, Bahia, Distrito Federal, Espirito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Serviço
Intercon 2015 – Feira e Congresso da Construção Civil
Data: 21 a 24 de outubro de 2015
Horário: 15h às 22h
Local: Expoville – Joinville/SC
Organização: Messe Brasil

Assessoria de Comunicação
Messe Brasil – (www.messebrasil.com.br) – 47 3451-3000
Renata Freitas de Camargo – renata@messebrasil.com.br


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário

Comente com sua conta do Facebook