Criarumemail.com/

Postagens Recentes

Capacitação do Sebrae permite mais competitividade

O presidente do Sebrae, João Henrique Sousa, recebe o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo, José Augusto Viana, para discutir propostas para os profissionais do segmento. Hoje, o Sebrae possui 42 projetos distribuídos em 20 estados brasileiros no segmento da construção, indústria de materiais e moveleira, varejo de matérias, escritórios de arquitetura e engenharia.


“Ainda não se trata de uma atuação direta, mas ações em torno que impactam o segmento. É um mercado potencial de atuação para a instituição, precisamos ficar atentos às oportunidades para estes empreendedores e oferecer apoio por meio de capacitação”, explica o presidente João Henrique.

O Brasil possui 375.245 Corretores de Imóveis, sendo São Paulo responsável por 119.719 ou 32% do total. O percentual de crescimento sobre o ano anterior foi de 3,1%. As imobiliárias somam 44.129, apresentando crescimento de 2,9% sobre 2016. “Termos o Sebrae como parceiros nos fortalece e abre caminho para o crescimento da nossa atuação em todo país”, explica o presidente do Conselho, José Augusto. A visita deverá gerar novos estudos e análises de cenário.

O presidente do Sebrae, João Henrique Sousa, recebe o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo, José Augusto Viana. Foto: Charles Damaceno

Fonte: Agência SEBRAE de Notícias
91ª edição do ENIC - Encontro Nacional da Indústria da Construção, que ocorrerá no Rio de Janeiro, de 15 a 17 de maio de 2019, será palco para empresas da cadeia da indústria da construção debaterem o futuro, ter acesso a inovações e fazer negócios.

Com o tema central #Pessoas #Ideias #Futuro e agora em novo formato, além da exposição de produtos e soluções para a cadeia produtiva, terá visitas técnicas guiadas e rodadas de negócios. Além de abrigar um congresso de engenharia.

O evento é uma promoção da CBIC - Câmara Brasileira da Indústria da Construção e do SINDUSCON Rio - Sindicato da Indústria da Construção Civil do Rio de Janeiro.

A expectativa é de que o encontro reúna mais de 2 mil participantes superando o último realizado em Florianópolis. O público será formado por profissionais e empresários da cadeia produtiva da construção civil; representantes dos poderes políticos; personalidades e especialistas de engenharia e inovação; além de acadêmicos e profissionais da imprensa.

Local: WINDSOR EXPO CONVENTION CENTER
Inscrições: http://cbic.org.br/enic/


Já não é novidade que os strip malls caíram no gosto dos brasileiros. Por serem erguidos geralmente em bairros residenciais de grande densidade populacional, os empreendimentos se tornam ótimas opções para os clientes que estão em busca de fazer uma compra rápida, geralmente nas regiões de maior fluxo e na volta pra casa. Os empresários que atuam nesse segmento estão com expectativas positivas para 2019. Segundo levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o ritmo de crescimento das vendas do varejo, até dezembro de 2018, teve uma variação de 4,5%. Para 2019, a projeção é de 5,2%. Com isso, os empresários estão mais confiantes para investir em shopping centers, strip malls e no mercado imobiliário comercial.

Outro fator que vai contribuir para a expansão dos strip malls é a criação da Associação Brasileira de Strip Malls (ABMalls). "A entidade foi fundada com o objetivo de difundir o conhecimento correto do setor e defender os interesses das empresas associadas", destaca o presidente da ABMalls, Marcos Saad, empresário com vasta experiência e interesse pelo segmento varejista e desenvolvimento e gestão de centros comerciais por meio da empresa MEC Malls.

A mineira My Mall, que atua há sete anos no desenvolvimento, execução e operação de strip malls, está entre as oito empresas que fundaram a ABMalls. "Somos a única empresa de Minas Gerais a fazer parte da entidade. A associação vai contribuir para o crescimento do segmento e difusão de mais informações sobre esse mercado, que é muito promissor", avalia Evandro Negrão de Lima Jr, presidente da My Mall.

O empresário destaca que os strip malls continuam sendo um excelente investimento neste momento de retomada da economia. "Os empreendimentos são lojas de rua organizadas, com segurança, conforto e praticidade para lojistas e consumidores. O modelo foi concebido dentro de uma filosofia para atender as necessidades e demandas dos consumidores da região em que estão inseridos que não precisam sair do bairro para realizar suas compras, uma vez que os strip mallsoferecem vários tipos de lojas e produtos diversificados com estacionamento, visibilidade e outras facilidades", afirma.

Evandro destaca que os lojistas também são beneficiados, por terem condições de fixar preços mais baixos e competitivos, uma vez que as lojas estão em espaços abertos, geralmente com frente para a rua, com área de estacionamento para clientes e custo baixo de condomínio e aluguel muito inferior a shopping centers tradicionais.

Investimentos no segmento
Neste ano, a My Mall vai iniciar as obras de, pelo menos, três empreendimentos: dois em Belo Horizonte e um em Ribeirão das Neves. "Temos ainda a previsão de lançar um empreendimento no Buritis, bairro que está em franca expansão e possui forte demanda comercial", afirma Negrão de Lima Jr.

No bairro Jardim Vitória, na região nordeste da capital mineira, o My Mall Power Parque Real será erguido no empreendimento residencial Parque Real, planejado e construído pela construtora Emccamp. O power center terá aproximadamente 4,5 mil metros quadrados de área bruta locável (ABL), oito lojas destinadas ao setor de alimentação e dez lojas satélites. Haverá, ainda, três megalojas e 311 vagas de garagem. Entre aquisição do terreno e construção, a previsão é que o investimento chegue a cerca de R$ 20 milhões.

Já o My Mall Street Ouro Preto será construído na avenida Fleming, no bairro Ouro Preto, na região da Pampulha. O empreendimento terá cerca de 2.300m² de ABL destinada à implantação de três lojas âncoras e dez lojas satélites, além de 118 apartamentos de um quarto, de 22 a 36m². Em torno de R$ 25 milhões serão investidos.

Em Ribeirão das Neves, a empresa vai iniciar a construção do My Mall Street Civilização, na avenida Denise Cristina da Rocha (continuação da avenida Padre Pedro Pinto). O empreendimento já tem a ancoragem de um grande posto de gasolina e será erguido ao lado de uma unidade do Supermercados BH. Além disso, o strip mall contará com 10 lojas satélites, duas megalojas e estacionamento com 70 vagas. O empreendimento vai receber, até fim da obra, um investimento de R$ 10 milhões.



Fonte: Interface Comunicação (Lorraine Souza)
A norte-americana Sarcos Robotics divulgou um novo exoesqueleto para uso por trabalhadores da indústria da construção, que deverá estar no mercado em 2020. Com este dispositivo os operários poderão carregar até 90 kg, por períodos maiores de tempo. Segundo o portal BIM+, o Guardian XO como é denominado o exoesqueleto, custou mais de US$ 175 milhões para ser desenvido.

Basicamente, segundo o fabricante (especialista em dispositivos militares e de segurança), o processo consiste em um “conjunto de sensores integrados ao exoesqueleto, que permite que o operador controle intuitivamente o robô de uma forma que aproveite seus instintos e reflexos e minimize a necessidade de treinamento humano”. 

Com uma autonomia de 8 horas o exoesqueleto é capaz de amplificar a força humana na proporção de 20 para 1.

Ficção científica? Realidade amigos!

Crédito: Divulgação

Confiram no vídeo:

Vemos dia-a-dia que a inovação na construção civil vem ganhando força. No infográfico, algumas soluções que estão sendo desenvolvidas em universidades e institutos e que podem revolucionar o setor. Você lembra de mais alguma?