3 de março de 2020

DESAPEGA: OLX ANUNCIA COMPRA DO GRUPO ZAP

A OLX (joint venture entre a norueguesa Adevinta e a holandesa Prosus) anunciou hoje a compra do Grupo Zap por 2,9 bilhões de reais. Recentemente a OLX Brasil se concentrou no mercado imobiliário.  “Com o Grupo ZAP, a OLX Brasil poderá oferecer a seus usuários mais de 12 milhões de anúncios de mais de 40 mil imobiliárias e de milhares de vendedores privados”, afirmou a companhia no comunicado à imprensa.

Esta transação ocorre justamente na mudança do ponto de inflexão da economia, com juros baixos e abertura de IPOs pelas incorporadoras e construtoras.

Agora é necessário aguardar aprovação do CADE - Conselho Administrativo de Defesa Econômica. J.P. Morgan e Allen & Company são os assessores financeiros exclusivos da OLX Brasil e do Grupo ZAP nessa transação.



18 de fevereiro de 2020

Datastore Hub Experience - 24 de março de 2020 (Campinas/SP)


“Participe do Datastore Hub Experience. INÉDITO, EXCLUSIVO E DISRUPTIVO, este é o evento que abrirá o calendário, e lançará as tendências do Mercado Imobiliário de 2020.

Uma criação de Marcus Araujo - CEO da Datastore, e curadoria de Daniel Rosenthal.

INÉDITO: Pela primeira vez, Guga Stocco, um visionário do mercado financeiro economia digital falará aos tomadores de decisão do Mercado Imobiliário

EXCLUSIVO: Somente para quem participar do evento, A Datastore Pesquisas disponibilizará um Relatório Exclusivo de Dados sobre Demandas de 2020.

DISRUPTIVO: Com formato “HUB”, para uma experiência única na absorção dos conteúdos apresentados. 

Contaremos também com as palestras de Thomas Brieu, que desenvolveu o método da “Escutatória” para melhorar seus fechamentos de negócios, e de Ricardo Jordão, também conhecido como “Vendedor Rainmaker”, por sua habilidade impressionante de vendas.

PAINÉIS COM A PRESENÇA DE:

ALEXANDRE FRANKEL, CEO DA VITACON/HOUSI; BRUNO LESSA, FUNDADOR DA MARKETING SIM E DIRETOR DO PORTAL VGV; BENEDITO ABBUD, RENOMADO ARQUITETO E PAISAGISTA; ERNANI BRAGA ASSIS, VICE-PRESIDENTE DE RI E NOVOS NEGÓCIOS DO GRUPO ZAP; PEIXOTO ACCYOLI, CEO DA RE/MAX BRASIL; GUSTAVO ZANOTTO, CEO DO CAFÉ IMOBILIÁRIO e HUGO PIERRE, CEO DA CONSTRUTECH, FERNANDO GODOY, AUTOR DO LIVRO “METODOLOGIA STARTUP VILLAGE” E PALESTRANTE SOBRE X-REALITY E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL; EDVALDO CORRÊA, GERENTE DE DESENVOLVIMENTO dE NEGÓCIOS B2B da TECVERDE) E SÉRGIO LANGER, SÓCIO-FUNDADOR DA HOSHER E CRIADOR E APRESENTADOR DO PODCAST "VEM PRA MESA"

*PARTICIPAÇÃO DE FLAVIO AMARY, SECRETÁRIO DE ESTADO DA HABITAÇÃO DE SÃO PAULO e JOÃO TEODORO DA SILVA, PRESIDENTE DO CONSELHO FEDERAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS.*

Não fique de fora da Experiência HUB!

15 de fevereiro de 2020

Lançamentos e vendas de imóveis batem recorde em SP

Segundo o Secovi-SP, em 2019, foram vendidos 44,7 mil imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo, um salto de 49,5% em relação a 2018. Já os lançamentos tiveram aumento de 49,6%, para 55,5 mil unidades.

Desde 2004, que foi o início da série histórica, não se viam números tão expressivos. A entidade atribui o crescimento nas vendas, principalmente, ao atendimento à demanda reprimida nos anos de crise econômica do país, de 2014 a 2017. Segundo o sindicato, com um ambiente econômico mais favorável, o comprador, em especial o de mais baixa renda, “retomou a confiança e voltou aos estandes de vendas”.

No que se refere aos lançamentos, houve aumento de unidades econômicas e compactas, com destaque para as regiões periféricas da cidade.

“O percentual de 66% de imóveis com menos de 45 m² está muito acima da média histórica, que é de 25%”, observa Basilio Jafet, presidente do Secovi-SP. Para ele, a predominância de produtos com as mesmas tipologias pode trazer riscos futuros, além de limitar a escolha do consumidor.

Jafet ressalta que a produção de imóveis para a classe média e alta está bem abaixo da média, em consequência das restrições da lei de zoneamento atual. “Em 15 anos, a média de imóveis lançados para esse público foi de 24 mil imóveis. E, em 2019, foram lançadas pouco mais de 18 mil unidades para essa demanda, uma queda de 22%.”

Sobre as perspectivas para o ano de 2020, o Secovi-SP afirma que aguarda o andamento da reforma tributária e o seu atendimento às especificidades do setor.

Segundo a entidade, a expectativa é que o mercado imobiliário repita o bom desempenho de lançamentos e vendas de 2019, com crescimento de 10% em termos de VGV (Valor Global de Venda) – receita total das empresas.

Resultado de imagem para tecverde hm
Obra HM - Extrema/MG

6 de janeiro de 2020

MITHub Mentoring está com inscrições abertas

Os mercados imobiliário e de construção civil estão em constante evolução após a crise do Brasil, em meados de 2014. Em 2016, havia cerca de 250 startups que atuavam nesses setores. Em 2019, esse número chegou a 800, segundo a Terracotta Ventures. O volume de investimentos também cresceu — passando de R$ 350 milhões em 2018 para quase R$ 1,8 bilhão em 2019. “Mais de 50 empresas captaram recursos nesse período, como Quinto Andar, Loft e Tecverde”, detalhou Bruno Loreto, fundador da empresa de investimentos.

Com a retomada do setor, este ano foi criado um programa de aceleração específico para startups que atuam no mercado, o MITHub Mentoring. Jovens empresas que desejam participar da segunda edição da mentoria têm até o dia 15 de janeiro para se inscrever no site.

Serão selecionadas 15 empresas que ofereçam soluções ligadas à construção civil e ao setor imobiliário ou a essa cadeia de valor, que estejam nas duas primeiras etapas de desenvolvimento de um negócio: pré-operacional, para validação do produto, e operacional, para geração de resultados.

De acordo com Bruno Loreto, fundador da Terracotta Ventures e embaixador do grupo MITHub, o programa tem duração de três meses, período no qual cada startup deve evoluir no processo de validação do negócio. “Queremos ajudar os empreendedores a superarem os principais desafios que estão enfrentando no momento. Por meio de nossa rede de relacionamento, oferecemos mentorias com pessoas do setor e especialistas em startups ”, explicou.

A primeira edição do projeto, iniciada no primeiro semestre de 2019, foi promovida entre 10 startups membros da comunidade. Loreto afirma, contudo, que apenas as empresas “que tiveram melhor evolução poderão se graduar em janeiro de 2020”. Entre as possíveis formandas, estão a iMobiliado, DynamoTech, Arquiteia, SEED e Construct.

Segundo os organizadores, a associação não realiza aporte financeiro, mas oferece a capacitação necessária para que as próprias startups captem investimento assim que formadas.

Com a retomada do setor, este ano foi criado um programa de aceleração específico para startups que atuam no mercado, o MITHub Mentoring. Jovens empresas que desejam participar da segunda edição da mentoria têm até 15 de janeiro para se inscrever no site."

1 de novembro de 2019

CAIXA DIVULGA NOVAS TAXAS DE JUROS DOS FINANCIAMENTOS IMOBILIÁRIOS COM RECURSOS DO SBPE

Novas condições são válidas para financiamentos com saldo devedor corrigido pela Taxa Referencial

A CAIXA anunciou, nesta quarta-feira (30), as novas taxas de juros para financiamentos de imóveis com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e saldos devedores atualizados pela Taxa Referencial (TR). A taxa efetiva mínima para imóveis residenciais enquadrados nos Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) será de TR + 6,75% a.a. e a taxa máxima será de TR + 8,50% a.a., redução de 0,75 p.p. e 1,0 p.p, respectivamente. As taxas valem para novos contratos e estarão vigentes a partir do dia 06 de novembro.

“A CAIXA é o banco de todos os brasileiros e trabalha com políticas diferenciadas de juros para oferecer à população as melhores condições de aquisição da casa própria”, comenta o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães. Ele explica ainda que, matematicamente, esses movimentos de redução de juros permitem a ampliação do acesso à moradia pela prática de preços mais competitivos, além de apoiar o setor produtivo da construção civil com todos os efeitos multiplicadores que tem na geração de emprego e renda.

Além das taxas corrigidas pela TR, a CAIXA também oferece, à escolha do cliente, a alternativa de crédito para imóveis residenciais com recursos do SBPE corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A tabela comparativa a seguir contém as taxas de juros dos financiamentos imobiliários com recursos do SBPE, de acordo com o fator de correção:



As simulações poderão ser realizadas no site da CAIXA, onde o cliente pode comparar os juros e as condições para obtenção do financiamento.

Medidas da CAIXA para o crédito imobiliário:

Esta é a terceira redução da taxa de juros promovida pela CAIXA neste ano. No último dia 08, a CAIXA anunciou a redução de até 1,0 p.p. das taxas de juros para os financiamentos imobiliários com recursos do SBPE. Em junho, o banco já havia anunciado outra redução de até 1,25 p.p. nas taxas, além de alternativas para renegociação de contratos habitacionais para pessoa física, ainda vigentes.

Desde agosto, além da correção dos financiamentos pela TR, a CAIXA também lançou, de forma pioneira e revolucionária no mercado, a possibilidade de crédito para aquisição de imóveis com taxas corrigidas pelo IPCA.

Fonte: 
Assessoria de Imprensa da CAIXA
(41) 2118-5438
caixanoticias.caixa.gov.br | @caixa | imprensa@caixa.gov.br

26 de outubro de 2019

SindusCon-SP comemora quarta edição do Prêmio de Excelência BIM

Cerimônia marca maior reconhecimento do Brasil na Modelagem da Informação da Construção

Vencedores da quarta edição do Prêmio de Excelência BIM SindusCon-SP
O SindusCon-SP realizou no dia 24 de outubro a cerimônia de entrega da quarta edição do Prêmio de Excelência BIM, maior reconhecimento do Brasil na Modelagem da Informação da Construção.

Na categoria Academia o vencedor foi o Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia. Os demais finalistas foram: Universidade Vila Velha (UVV) e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Como Construtor o premiado foi o Consórcio Aeroporto de Fortaleza (Construtora Passarelli / Método Engenharia). Os finalistas foram: Ribeiro Caram e Tecverde Engenharia S.A., que recebeu menção honrosa por sua participação; e, na categoria Contratante o vencedor foi MRV Engenharia. Nesta categoria os finalistas foram: SPObras, Tools Gerenciamento e Engenharia. Ambos receberam menção honrosa por suas participações

Já na categoria Fornecedor o prêmio foi para a Roca. A Saint-Gobain do Brasil recebeu menção honrosa por sua participação.

Realizado pelo SindusCon-SP, por meio do seu Comitê de Tecnologia e Qualidade (CTQ), o prêmio visa promover e incentivar a adoção da Modelagem da Informação da Construção (BIM) em obras de engenharia, empresas de projetos, planejamento e construção, órgãos públicos e estatais, fornecedores de insumos para o setor, bem como estimular seu ensino e pesquisa nas universidades.

Há cerca de dez anos, o mercado de construção civil estuda e desenvolve projetos com o BIM. O SindusCon-SP, que sempre acompanhou de perto esse movimento no mundo, foi o pioneiro no debate no cenário nacional sobre a implementação e divulgação da plataforma. Com isso, trouxe o tema para seus associados, profissionais do mercado e estudantes do setor, e também criou o Prêmio Excelência BIM, como forma de reconhecer e divulgar projetos relevantes.

Corpo de Jurados

A expertise do SindusCon-SP somada ao relevante corpo de jurados reflete a importância do prêmio para o setor. Professor doutor da USP Eduardo Toledo, coordenador técnico do 4º Prêmio de Excelência BIM SindusCon-SP

Integram o júri desta edição o professor doutor da USP Eduardo Toledo, como coordenador técnico do 4º Prêmio de Excelência BIM SindusCon-SP, junto com André A. Glogowsky, do CTQ (Comitê de Tecnologia e Qualidade) do SindusCon-SP; António A. Costa, do Instituto Técnico Superior de Lisboa (Universidade de Lisboa); Caio Bacci Marin, coordenador de Grupos de Trabalho da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (Asbea); Dionyzio A. M. Klavdianos, da Comissão de Materiais, Tecnologia, Qualidade e Produtividade (Comat) da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção); Fernanda Leite, representante da University of Texas; Laura Marcellini da Associação Brasileira da Indústria Materiais de Construção (Abramat); Marcos Velletri, da área de Tecnologia e Sustentabilidade do Sindicato da Habitação (Secovi-SP); e, Ricardo Codinhoto, da University of Bath.

O prêmio já homenageou iniciativas de diversos portes e segmentos. Como parte da premiação, os vencedores são convidados a apresentar seus cases premiados no ano seguinte.

Histórico

A primeira edição do prêmio foi realizada em 2016 e contou com os seguintes vencedores por categoria: Construtor, Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário; Fornecedor, Pormade Portas; Contratante, Santa Clara Empreendimentos Imobiliários; Academia, Romeu da Silva Neiva Neto (Unicamp).

No ano seguinte os vencedores foram: Construtor, Sinco Engenharia; Fornecedor, Duratex S.A. – Divisão Deca; Contratante, DOX Planejamento e Gestão; Projetista, Addor & Associados Projetos e Consultoria; Academia, Universidade Estadual de Campinas.

Em 2018 receberam o troféu: Construtor, Método Engenharia; Fornecedor, Saint-Gobain do Brasil; Projetista, MHA Engenharia; Academia, Alex Roda Maciel (Universidade de São Paulo); Contratante, MPD Engenharia e Incorporação.

1 de setembro de 2019

Plataforma viabiliza compra e venda de imóvel com menos burocracia

Processo de venda e compra do imóvel sem burocracia, com a certeza de que toda a documentação está correta e validada por uma equipe jurídica. Essa é a Casafy (www.casafy.com.br) que foi lançada no palco Digital Real Estate Brazil.

A plataforma promete agilizar, desburocratizar e acabar com os ruídos de comunicação muito comuns e desgastantes nesse segmento.

“Vamos simplificar e diminuir os custos do processo e o tempo que se leva na compra e venda de um imóvel, que atualmente, leva muitos dias para ser concretizado”, disse Renato Orfaly, CEO da Casafy.

Orfaly conta que pesquisa recente mostrou que 20% dos negócios não chegam a ser efetuados devido problemas de documentação.

Realidade aumentada, criptofinanças, aplicativos e soluções digitais para o mercado imobiliário, construtechs, segurança e controle de dados são também alguns dos temas desse palco, que fazem parte do Expo Fórum Digitalks.

Rnato Orfaly , CEO da Casafy, no palco Digital Real Estate Brazil