Arquitetura e Construção Presentes em Nosso Lar - O Filme

By | quinta-feira, setembro 16, 2010 3 comments

Recentemente estreou o filme Nosso Lar, dirigido  por Wagner de Assis, baseado na obra psicografada pelo médium Chico Xavier e escrita por André Luiz (conforme o movimento espírita). Não tenho a intenção de fazer uma análise do filme ou da história, pois, vários críticos estão debruçando-se sobre esta questão no momento e são inúmeros os aspectos positivos e negativos levantados, até pelas crenças de cada um de nós. 
Entretanto, sendo um profissional da engenharia e arquitetura, chamaram a atenção as técnicas modernas (a história é do início do século XX) e as ferramentas adotadas para os padrões de um filme nacional.
Visão Cidade "Nosso lar"
As cenas foram tratadas no Canadá pela empresa Intelligent Creatures e o longa metragem custou cerca de 20 milhões de reais (um orçamento recorde para o Brasil). O filme está em cartaz a duas semanas e mantem-se no topo das bilheterias com quase 2 milhões de espectadores. Ele é baseado em um  romance espiritual e o grande desafio era justamente criar o "mundo espiritual" com conceitos e ambientes digitais.
Assim, tratando do tema que nos interessa para o blog, vamos comentar um pouco sobre o mapa da cidade e as edificações, que foram inspirados em desenhos fornecidos pela médium Eigorina Cunha e validados por Chico Xavier. Interessante que a cidade tem formato de estrela e é cercada por um muro de proteção magnética. No centro da cidade localiza-se a Governadoria que é o ponto de encontro dos seis ministérios e o local onde se tratam os assuntos administrativos e os serviços prestados.



Ainda, existem os conjuntos residenciais com excelente iluminação e ventilação naturais e à frente da Governadoria está a grande praça que os circunda e que pode acomodar um milhão de pessoasNos espaços entre um núcleo habitacional e outro existem grandes parques arborizados. Grande parte das edificações estão fora do círculo e são habitadas por "pessoas" ligadas aos funcionários dos ministérios. 

Os prédios são fantásticos, imponentes e com design arrojado. Lembra um pouco Brasília quando projetada (guardadas as devidas proporções). O fato é que visualiza-se o respeito aos conceitos básicos de sustentabilidade e alia-se simplicidade à modernidade.

O filme, independente das questões religiosas ou artísticas, fica como exemplo para a construção de uma sociedade que possa estar mais atenta às pessoas e suas necessidades.


Predio Nosso Lar

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

3 comentários:

  1. Olá! com relação ao filme, gostei muito da história, e mais ainda daquela cidade. Achei fantástico o que vi, maravilhoso mesmo, digna de todos quererem morar lá.

    ResponderExcluir
  2. Olá Silvia. Obrigado pelo comentário. Surpreendente a qualidade da produção visual da empresa canadense. Eu me pergunto: Será que temos empresas no Brasil com capacidade técnica para realizar este trabalho? Imagens dignas de filmes norte-americanos, não é mesmo? Quanto à cidade, um sonho. Muito verde, poucos carros, residências modestas que aliam conceitos de modernidade, prédios sustentáveis e uma variedade de cores...

    ResponderExcluir
  3. Realmente, algumas construções no filme são verdadeiros milagres! Heehehe

    ResponderExcluir

Deixe aqui seus comentários, críticas e sugestões...
Todos os comentários são lidos e moderados.
Grato!