26 de julho de 2011

Construção civil espanhola continuará em queda


Os índices de desempenho da construção civil espanhola continuarão a cair. Esta é a previsão da empresa de estudos DBK, com base em um levantamento com  empresas líderes do setor.

O segmento, que tem mais de 100 mil empresas e emprega quase 1,5 milhão de trabalhadores deve retrair 10% em 2011, acumulando uma contração de 26% desde o início da crise. As edificação residenciais reduziram 16,9 % ano passado (subsetor com maior queda).

A DBK também aponta que a contração adicional no ano de 2012 (apesar de mais moderada) será principalmente em virtude da redução dos investimentos em infraestrutura, um dos poucos setores que ainda tinham investimentos no país. Os processos de internacionalização e descentralização tem se acelerado para superar o declínio doméstico. Para se ter uma ideia nos 6 principais grupos construtores 54 % do faturamento já vem de atividades distintas da construção. E, os negócios internacionais em 2010 cresceram 13% gerando um faturamento de 14.350 milhões de euros. 

De acordo com os dados do relatório, 85% do total das empresas empregam menos que dez empregados  e as 10 principais empresas representam 9,36 % do mercado.

Fonte: DBK

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, críticas e sugestões...
Todos os comentários são lidos e moderados.
Grato!