26 de novembro de 2011

Construtoras angolanas que executam obras sem qualidade serão impedidas de concorrer a contratos públicos



As empresas de construção civil que apresentarem obras deficientes serão impedidas de concorrer a contratos públicos no setor, garantiu hoje em Luanda o ministro do Urbanismo e Construção

Fernando da Fonseca, Ministro do Urbanismo e Construção de Angola, ao tratar esta semana das verbas previstas no orçamento, antecipou que irá prevenir a presença de empresas que executem obras deficientes tecnicamente, nos futuros contratos públicos. Será lançado o chamado Programa de Avaliação de Pavimentos.

"Com o programa de avaliação de pavimentos, nós vamos detetar este tipo de situação e vamos verificar quais as empresas que não executam bem o seu trabalho. Se essas empresas não executaram bem o seu trabalho nós vamos retirá-las do regime de contratação pública", garantiu.

Fonte: Diário Digital / Lusa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, críticas e sugestões...
Todos os comentários são lidos e moderados.
Grato!