Katerra Encerra Suas Operações

Fato relevante noticiado esta foi o encerramento das operações da startup norte-americana KATERRA. Lastreada pelo grupo Softbank, que alavancou 2 bilhões de dólares há alguns anos, a empresa vinha adquirindo várias fábricas ao redor do mundo (Estados Unidos, Índia e Arábia Saudita). Em 2020 a empresa tinha mais de 8 mil funcionários.

Fábrica Katerra - EUA

A Katerra surgiu com o propósito de transformar a indústria da construção através de fábricas eficientes, peças pré-fabricadas e unidades de construção modular. Mas, nos últimos meses o mercado ficou ciente dos resultados e das dificuldades da verticalização das operações, bem como sobre os impactos dos aumentos de custos associados à pandemia e problemas de gestão. Segundo o site The Information, a empresa californiana já começou a demitir centenas de funcionários e deverá abortar  dezenas de projetos.

A empresa e os acionistas ainda não se pronunciaram oficialmente. E o embasamento é a partir de um email recebido pelos funcionários datado de 1º de junho último. A preocupação maior, claro, fica por conta dos funcionários da companhia. Ressalto que o mercado norte-americano de construção é pujante, com transações superiores a 1,2 trilhões de dólares. E certamente outras companhias ocuparão o espaço que será deixado pela Katerra.

Por sua vez, aqui no Brasil, a construção off-site e modular vem ganhando cada vez mais força e temos inúmeros exemplos de que só é possível atender as demandas com estas soluções construtivas.

Ficarão os aprendizados do case Katerra! 

=> Disponibilizo abaixo o link de uma live esclarecedora moderada por Dave Cooper, com a participação dos executivos da Lindbacks Bygg, Autovol, Entekra, Structurlam e Forward. 


Postar um comentário

0 Comentários