Blog: 5 dicas para quem vai financiar um imóvel pela primeira vez (autor convidado)

By | quarta-feira, junho 20, 2012 2 comments
Quem busca por apartamentos em Curitiba se depara não só com uma grande facilidade de adquirir o imóvel, como também uma variedade muito grande de modelos e localidades que a pessoa pode escolher para viver. O mercado imobiliário paranaense é um dos mais aquecidos de todo o país, e é comum encontrar na capital, feiras de imóveis e de financiamento da casa própria feitos pelos principais bancos financiadores, como Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. Os eventos de lançamento de imóveis em Curitiba ocorrem durante qualquer época do ano, dependendo unicamente da demanda de novos imóveis e da possibilidade de financiamento pelo banco. Nesse post vamos dar cinco dicas indispensáveis para quem é novato na arte de comprar um imóvel.

1 – ANALISE O MOMENTO
Nunca foi tão fácil realizar o sonho da casa própria no Brasil. Apesar de o setor imobiliário viver o início de uma bolha e isso elevar às alturas o preço dos imóveis, o governo contra-ataca com a facilidade de créditos e juros baixos para a aquisição do primeiro imóvel, com os bancos financiando boa parte do valor do novo apartamento ou casa com possibilidade de pagar as prestações a perder de vista, em vinte ou trinta anos.

2 – FAÇA AS CONTAS
Quem financia um imóvel pela primeira vez deve, acima de tudo, se dedicar a fazer contas. A primeira delas é quanto à possibilidade de investimento em um novo canto para morar. Ainda que os bancos financiem boa parte dos imóveis, é preciso estudar quais valores são possíveis para o orçamento doméstico de cada um, já que, para o banco, a pessoa não pode comprometer mais de um terço de sua renda mensal fixa pagando um imóvel. Isso significa que, se você ganha 1500 reais, vai poder pegar imóveis cujo financiamento não ultrapasse o pagamento de 500 reais por mês. Ainda que o tempo de pagamento seja extenso – cerca de vinte ou trinta anos para saldar toda a dívida –, não se engane: comprar um novo imóvel pode ser o maior sintoma de aperto nas finanças da família.

3 – JUNTE OS DOCUMENTOS
Se você já fez as contas, escolheu o seu imóvel e viu que é possível conseguir um financiamento plausível dentro das expectativas, é hora de procurar o banco, juntar os documentos e dar entrada no processo de aquisição de novo imóvel. Os eventos de lançamento de imóveis e o famoso feirão da casa própria são ótimas oportunidades para que o comprador seja melhor orientado na necessidade dos documentos e possa até pular certas etapas, dependendo das condições de compra que a construtora dá.

4 – REGISTRE
Para a etapa dos documentos, vai ser preciso usar uma boa reserva para o registro do imóvel em cartório, que é o que configura legalmente a casa como sendo própria do comprador. Esse registro não é barato, e pode variar de mil reais para cima, dependendo do local e do tipo de imóvel adquirido.

5 – COMPRE CONJUNTAMENTE
É possível formar um grupo de investimento para a compra de um apartamento na planta, juntando alguns amigos ou parentes próximos que queiram fazer uma renda extra a longo prazo. Nesses grupos, geralmente formado por três ou quatro pessoas, uma delas assume a compra do imóvel, e todas se organizam para pagar as prestações do imóvel que ainda não está concluído. Dessa forma, quando ele estiver pronto – e, portanto, valendo bem mais do que foi pago nas prestações, o grupo pode vender o imóvel e cada um pega a sua parte no investimento. Para quem está querendo mesmo comprar a casa própria, essa não é necessariamente a melhor saída, pois o retorno de investimento é a longo prazo; mas a escolha é ótima para quem não tem pressa de conseguir um novo imóvel mas quer fazer uma boa transação econômica em uma ação de pouco risco.

Com essas 5 dicas você estará muito mais seguro para fazer o financiamento da sua casa própria. Caso você tenha mais alguma dica, não deixe de comentar abaixo. Participe! 

Autor: Lucas Prestes

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Postar um comentário

Comente com sua conta do Facebook