Indústria de materiais de construção mantém otimismo em junho

Segundo pesquisa feita pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), 72% das empresas associadas à entidade consideram o desempenho em vendas no mês de maio “bom” ou “muito bom”, e 24% informaram ter sido “regular”.

Com relação a junho, 52% dos associados apontam para um resultado bom e 24% regular. Já para julho, a expectativa é que o otimismo se mantenha estável, com 52% das empresas associadas estimando resultado bom, e 29% acreditando que será regular.

Apesar dos resultados, as pretensões de investimento em junho de 2021 apresentaram queda frente ao mês anterior. Conforme o levantamento, 67% dos empresários devem realizar novos investimentos nos próximos 12 meses – diminuição de 14 pontos percentuais em relação a maio.

Essa flutuação na intenção de investir no médio prazo pode ser explicada pela efetivação recente de investimentos para fazer frente ao aumento de demanda dos últimos meses. A título de comparação, em junho do ano passado, ainda sentindo os reflexos mais graves da pandemia, este indicador era de apenas 52%.

Segundo o presidente da Abramat, Rodrigo Navarro, "ainda que haja sinais de aquecimento do mercado, fatores como aumento da tarifa de energia, variação cambial, flutuação internacional do preço das commodities e alta nos fretes deixam o setor atento”.



Postar um comentário

0 Comentários